Portal de eventos do IFSULDEMINAS, 11ª Jornada Científica e Tecnológica e 8º Simpósio da Pós-Graduação do IFSULDEMINAS

Tamanho da fonte: 
EFICÁCIA DA METODOLOGIA PEDAGÓGICA ATIVA FRENTE À METODOLOGIA PEDAGÓGICA TRADICIONAL NA CAPACITAÇÃO DE MANIPULADORES DE ALIMENTOS
Tathiana Baldini pallos, Renato Aparecido Souza, poliana coste colpa, guilherme oberlender, rafaela bruzadelli, Delcio Bueno Silva

Última alteração: 2019-09-30

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi comparar a efetividade da capacitação de manipuladores de alimentos, mediante utilização da metodologia pedagógica tradicional frente a metodologia ativa. Foram aplicados aos participantes quatro temas de capacitações: Manipulação de Alimentos, Higiene Pessoal do manipulador, Higiene de Ambientes e Superfícies e Higiene de Equipamentos e Utensílios. A cada um dos temas foram designados dois grupos com cinco participantes, sendo que um grupo recebeu a capacitação através da Metodologia Tradicional e o outro grupo recebeu o mesmo treinamento utilizando-se da Metodologia Ativa, com as respectivas ferramentas: metodologia problematizadora (MP), Role Play, Gallery Walk e Peer Instruction. Em cada um dos grupos de alunos ocorreu aplicação questionário antes e após os treinamentos e foram realizadas análises quantitativas acerca do tema proposto. A capacitação dos manipuladores de alimentos nos métodos Peer Instruction e Gallery Walk mostraram-se mais eficientes que a Metodologia Tradicional no tema Higiene de Equipamentos e Utensílios e no tema Higiene de Ambientes e Superfícies, respectivamente.


 


Texto completo: PDF