Portal de eventos do IFSULDEMINAS, 11ª Jornada Científica e Tecnológica e 8º Simpósio da Pós-Graduação do IFSULDEMINAS

Tamanho da fonte: 
DESEMPENHO E RENDIMENTO DE CARCAÇA DE BOVINOS TERMINADOS EM CONFINAMENTO RECEBENDO OU NÃO MODIFICADOR ORGÂNICO
Augusto Cavalin, Daniel Teodoro do Carmo, Raissa de Lima Salomão Leme, André da Cruz França Lema

Última alteração: 2019-08-25

Resumo


Existem no mercado suplementos injetáveis, que garantem melhoria no desempenho de bovinos, com aumento do ganho de peso e diminuição das doenças, em especial as metabólicas, porém os resultados de pesquisas sobre o uso dos mesmos são bastante inconclusivos. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o desempenho de bovinos anelorados recebendo modificador orgânico comercial, terminados em sistema de confinamento. O trabalho foi realizado no período compreendido entre abril a julho de 2018, com duração de 105 dias. Foram utilizados 177 bovinos, com idade média de 24 meses, não castrados. Metade dos animais recebeu o protocolo padrão (vacinas e vermífugos) da empresa e a outra metade recebeu, além do protocolo padrão, uma dose de modificador orgânico comercial. As variáveis analisadas foram peso inicial e final, ganho de peso total e diário e rendimento de carcaça. Não foram evidenciadas diferenças (P>0,05) com relação às variáveis analisadas. O uso de modificador orgânico não propiciou melhorias no desempenho de bovinos confinados, não sendo recomendado o seu uso para bovinos hígidos.


Texto completo: PDF