Portal de eventos do IFSULDEMINAS, 11ª Jornada Científica e Tecnológica e 8º Simpósio da Pós-Graduação do IFSULDEMINAS

Tamanho da fonte: 
Determinação de protocolo de assepsia para estabelecimento in vitro de Ocimum basilicum - Manjericão Roxo
Ana Maria dos Santos Ferreira, Barbara Marcondes, Amanda Keller dos Reis Alfeu, Daniele Nogueira dos Reis, Carolina Mariane Moreira

Última alteração: 2019-10-11

Resumo


O Manjericão Roxo (Ocimum basilicum L.) é uma planta que apresenta desenvolvimento lento no planalto de Poços de Caldas, além de não apresentar produtividade significativa de metabólitos secundários quando cultivados em campo, fatos que justificam a propagação in vitro como uma ferramenta de extrema importância. O objetivo deste trabalho foi determinar protocolos de assepsia para obtenção de menor taxa de contaminação e oxidação in vitro de sementes de Ocimum basilicum L.. Os resultados obtidos permitiram concluir que os explantes submetidos à solução de 100% de hipoclorito de sódio na ausência do álcool 70% obtiveram a menor porcentagem de contaminação, 0,8%. Não se observou nenhuma oxidação nas sementes, mostrando assim que o hipoclorito não apresentou efeito tóxico.


Texto completo: PDF